Meu primo mais velho realizou meu sonho e comeu meu cu

2 votes

Esse rolê aconteceu algum tempo atrás. Sou moreno, alto e grande. Gordinho mas como sou alto não fico uma botija kkk.

Enfim, uma noite eu e meu irmão mais velho fizemos um rolê em casa, pois nossa mãe estava de viagem. Teve jogos e bebidas. Meu irmão convidou dois amigos dele, um hetero e o outro que era nosso vizinho, só que era gay.

Na casa ao lado morava meus primos por parte de pai. Um deles tinha acabado de chegar de viagem, “era” (é) casado, só que estava sozinho sem a mulher.

O meu primo, nossa escrevi dois poemas pra ele era apaixonado, enfim ele é alto e jogador de vôlei, dos braços longos e costas, de barba e um cabelo que era espeta mas de tanto usar boné ficou liso, tem uma boca grande com lábios carnudos, sua voz era baixa e paciente, ele é um pardo branco, sempre sorridente, sempre que chegava de viagem eu ia pra casa do meu tio, já que meu irmão ia pra lá jogar baralho, dominó e tal eu já aproveitava pra ficar em sua companhia.

Tinha noites que me perdia no pensamento, em entrar em seu quarto pela madrugada e deitar do seu lado e ser aceito, e tirar seu short e chupar o seu pau que era grande a porra, mas eu não tinha coragem e ficava no quarto do meu outro primo mais novo, eu imaginava tudo dando certo e ele me fodendo com toda sua força e me enforcando com suas mãos grandes e depois de horas, gozar dentro de mim e sentir seu pau pulsando e seria tudo perfeito, mas não passava de uma punheta minha.

Na noite dos jogos estava eu, meu irmão, o amigo gay e um hetero e meu primo mais novo. A noite começou, era uno, e gritos e risadas de “heteros” e shots de tequila e vodka. Todos falando alto e a música também, era na sala de casa o uno, e estava quente, uns já tinha tirado as camisas e o amigo gay já estava de olho nos garotos, mas não sabia que tinha outro na sua área kk.

Com toda essa bagunça e gritaria, enfim o boy apareceu e olhou pela janela já com um sorriso no rosto, o primo mais velho chegou e os garotos comemoraram já eu estava a milhões de nervoso, mas me controlando ali.  Logo tirou a camisa e meu Deus…. que corpo era aquele, era definido por causa dos jogos e nada que eu não tenha visto pois ele só andava sem camisa, mas lá estava ele na minha frente, no meu sofá. Já o uno já estava de lado, e só era conversa e o som alto.

O dia tão sonhado que dei para meu primo

O meu primo veio e sentou do meu lado, começamos a conversar e nunca tinha trocado mais que 7 palavras com ele, e ele já veio perguntando sobre mim, que em uma festa um primo nosso tinha me visto dançando e falou pra ele, mas no fundo ele só queria saber se o nego aqui fosse gay, mas afirmei que era bi, e ele se confirmou.

Falei que nunca tinha ficado com homem nenhum e só queria beijar meu primeiro homem, e queria que fosse ele. Ele concordou e me deu um selinho, disse que só não queria ver uma placa na frente de casa, falando que tinha sido ele, falei que não precisava se preocupar e por fim conversamos bastante e no fim do rolê o amigo hetero do meu irmão foi embora e meu irmão foi deitar, só ficamos nos 4, eu, meu primos, e o amigo gay.

Meu primos já iam embora, foi quando o amigo convenceu os dois a ficarem. Foi tudo muito rápido, eles entraram e sentaram no sofá. O amigo disse pra me ir mas falei que ia ficar, ele ficou surpreso mas concordou. Fechou a porta e foi logo direto ora chupar o primo mais velho, mas lógico que não deixei.

Enfim a hora, depois de tantas punhetas enfim era real. Graças a o gay do meu amigo, o meu primo sentou e me ajoelhei ao meu boy, ele abriu o zíper e ali eu vi, seu pau pela primeira vez, estava molhe é claro mas já era grande.

Comecei a chupar uns 4 minutos e já estava totalmente duro, era branco e cheio de veias com uma cabeça rosa, estava pulsando na minha garganta, eu pegava sua mão para por na minha cabeça e empurrar pra me engasgar, e ele fazia. Gemia tão gostoso e batia o pau na minha cara e puxava meu cabelo com força que naquele momento só existia eu e ele, foi quando o amigo interrompeu tudo e falou que era pra trocar, eu não queria foi quando ele disse que ia embora e o meu primo pediu pra mim trocar, e como uma boa putinha eu obedeci.

Fui chupar o primo mais novo que estava sofrendo pela namorada que era nossa vizinha, não deu 3 minutos ele me pediu pra parar e falou que não conseguia, que nos éramos primos e não dava, tentei, mas não deu, e paramos.

Enfim enquanto ele guardava o pau, o amigo gay chupava o primo mais velho e eu morrendo de ciúmes lógico, foi quando tentei tirar o amigo e ele saiu.

Comecei a chupar o primo mais velho novamente, ele só batia o pau na minha cara e só puxava meu cabelo era bem mais safado foi quando o gay viu e quis trocar eu não deixei ele ameaçou de novo a ir embora e eu falei que não ligava, o boy pediu mas falei que não.

Ali, fazendo garganta profunda e deixando o pau todo babado e limpinho ao mesmo tempo. Meu maxilar estava dolorido foi quando o amigo quis chupar de novo e deixei não demorou 2 minutos o primo mais velho pediu pra trocar pq ele queria que eu chupasse, e é lógico que foi uma vergonha pro amigo, gay velha na casa foi trocada por um novato sem experiência.

Voltei a chupar meu primo gostoso e lá ele solta (- nossa que boquinha gostosa, eu vou gozar porra, vou gozar). E é lógico que não parei, ele puxou meu cabelo e empurrou no vai e vem, e enfim gozou na minha boca, e como uma boa puta engolir tudo.

Na hora ele falava muita putaria, me chamava de putinha de boca gostosa, pediu pra beber todo seu leite e gemendo bastante bem baixinho, nossa que tesão. Enfim o amigo sai com raiva e o primo mais novo vai atrás, só ficamos eu e primo mais velho. Ele pega minha mão, com o pau pulsando e me leva pro meu quarto, nessa hora ele fecha a porta e tranca.

Na hora tentei beijar ele mas virou o rosto, disse que a boca era apenas de sua mulher, ele tira minha camisa e me deita na cama. Todo rápido já tirei meu short e estamos nus, com seu rosto perto ao meu, querendo me beijar mas ao mesmo tempo não, ele sarra seu pau em minha barriga e diz em meu ouvido com a respiração quente diz ( vou te foder todinho hoje seu fdp)

Colando seu corpo quente em mim, que tesao meu pau estava duríssimo, ele pede camisinha mas não tinha. Falei que era virgem e ele rir e fala ( é hoje que tu perde teu cabaço). Pego um oléo que tinha e passo em seu pau que estava quente e duro, passo no meu cu virgem e fico de 4 pra ele.

Ele bate seu pau na minha bunda e apertava minha cintura, pegou o óleo e passou na minha bunda e foi metendo em mim bem devagar, tirava e botava só a cabecinha. Eu tentava rebolar o cu naquele pau e ele gemia e puxava meu cabelo e ia metendo até a metade, seu pau media uns 19cm e grosso, logo estava rasgando meu cu, ele botou tudo e ficou parado, mexia bem devagar pois estava doendo, ele era carinhoso.

Ele perguntava se eu estava aguentando só de um jeito safado e malicioso, ele começou a meter até o final e puxava meu cabelo e metia com mais força, e foi mais rápido e batia forte em mim, que revirava os olhos pra ele, me chamava dona putinha e batia na minha bunda que fez barulho mas não ligamos, ele começou a ir com força e mais rápido, cada vez mais rápido eu não aguentava com aquele macho, até que ele tira todo o pau e deita na cama, eu deito do deu lado ele beija meu pescoço mas não minha boca, mordia o pescoço e me enforcava ao mesmo tempo até meter seu pau em mim de ladinho.

Ele meteu o pau  que delícia, me fodia com vontade e gemia em meu pescoço e mordia até dizer que ia gozar. Ele goza no meu cu e pela primeira vez sinto a porra quente em meu cu e não queria sair dali, e tira o pau eu subo nele pra cavalgar, pego seu pau pra meter mais umas vez e o primo mais novo bate na porta chamando por ele, nos vestimos rápido e saímos, me dou de frente com o primo, ele olha pra mim e rir, acompanho os dois até a porta pra trancar. O mais velho saí por último e diz que gostou da festinha e queria outra, e vai pra sua casa. No fim eu tenho uma sala pra limpar e um cu cheio de porra.

 


Contos de Sexo Relacionados

  • Pornô Gay 12 meses atrás

    Minha iniciação

    Nasci homem. Aos 18 anos decidi assumir que sou gay. Submisso, magro e com um corpo mediano não atraia mulheres. Entrei numa academia de ginástica e, com os exercícios, meu corpo se modificou. Minha bundinha,...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 1 ano atrás

    Chupei o caseiro

    Eu já era cdzinha há um tempo, hoje tenho 41 anos, nessa época tinha 31, foi há alguns anos atrás. Eu tinha recém me separado da minha ex mulher, e morava numa casa bem grande, que além de morar, era meu trabalho...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 2 anos atrás

    Sexo com um macho avantajado

    Vinha eu do trabalho na madrugada quando me deparei com um cara mijando no poste, parei o carro ao lado e fiquei observando, a rola do cara era grande e grossa, aquela visão me despertou um tesão enorme, pois tinha...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 3 semanas atrás

    Fui seduzido, gostei e dei o cu

    Vou contar aqui uma aventura que vivi a quase dois anos... Vamos lá... Sou homem, casado portanto discreto... Numa sexta feira muito quente, por volta dás 16:30 hs, saindo do trabalho, eu me encontrava no...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 8 meses atrás

    Dei para dois na balada

    Esse é meu primeiro conto aqui então irei me apresentar...  tenho 23 anos, olhos e cabelos castanho escuros, magro, bem gostosinho e com uma bundinha toda lisinha. Meu pau tem 19cm, o que causa muito interesse nos...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 1 ano atrás

    Minha primeira vez dando a bundinha

    Olá, meu primeiro conto, acontece bem do jeito que imaginava! Sou moreno 1,88 de altura, 78 kg , olhos castanhos, sou alto um pouco magro, boa pinta e sou casado com mulher. Estava na casa de uma tia, quando deu 8...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 2 anos atrás

    Dei o cuzinho para os pedreiros

    Tenho 41 anos magrinho e macho! Moro em uma grande e precisava de reformas, pedi indicação a um amigo, falou do Victor*, no dia seguinte já liguei e marquei pra ele vir! Dia seguinte toca a campainha eram dois...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 2 anos atrás

    Caminhada do leitinho

    Foi tudo tão rápido… Eu estava passeando com o meu cachorro pelo parque, era a primeira vez que eu de fato estava passeando naquele parque com o meu cachorrinho, eu já havia caminhado por ali algumas vezes, mas...

    LER CONTO

Deixe seu comentário