Minha primeira transa com coroa marido da amiga

0 votes

Sou cheinha mas não obesa, cabelos claros longos, seios médios bumbum grande, Buceta greluda e grande também. Sou separada e na época tinha voltado a morar com a minha mãe, temos uma amiga que vou chamar de Gisela (*) ela deve ter uns 55 anos mas é uma coroa inteirona, é casada com o Luciano (*) que hj tem 58 anos.

Luciano é moreno escuro quase mulato, cabelos grisalhos. Nessa época a Gisela tinha acabado de se aposentar. Ela era professora de matemática e o Lu ainda trabalhava como gerente de um banco. Gisela sempre frequentava a nossa casa, conversava comigo, me dava conselhos e era muito amiga da minha mãe. Se conhecem há muitos anos.

Um dia eles estavam indo para a praia. Ela reclamando que estava agoniada que o Lu só trabalhava, me chamou para ir pq disse que ele sempre que ia só dormia e ela se sentia sozinha. Eu fui, afinal realmente queria curtir a praia e fazer cia a minha amiga, sempre me dei bem com a Gisela, apesar de tudo havia momentos que era quase uma mãe para mim.

Pegamos as nossas coisas e eu ansiosa pelo final de semana. No horário combinado a noite de uma sexta feira eles chegaram. Buzinaram eu já fui indo pro carro. Mas a Gisela desceu pq disse que tinha alguma coisa para pegar com a minha mãe. Entrei no carro com a mochila e ele disse:

-Só isso? A Gisela leva uma mala pra nada.

Achei ele grosseiro em relação a ela e respondi:

-Ué Lu cada mulher é de um jeito.
– eu sei é como sei disse ele

Nisso a Gisela veio e fomos.

A caminho da casa de praia para um final de semana inesquecível

No caminho pude ver um lado da Gisela que não havia percebido. Ela reclamava de tudo, dizia que já estava arrependida pq a casa deveria estar uma bagunça, que já tinha pedido pro Lu reformar isso e aquilo na casa, que ele só trabalhava. Enfim um blá-blá-blá imenso.

Chegamos! Lu estava com cara de decepcionado. Fomos dar uma volta na praia Gisela tomava água de coco e eu e Lu cerveja. Gisela reclamando que não ia beber pq estava enjoada da viagem (que durou menos de 2 hs mas ok )

Voltamos a casa, tudo ajeitado, limpo e a casa linda pude reparar melhor pois só tinha entrado e saído. Gisela decidiu tomar um vinho e percebi que Lu ficou muito empolgado. Trouxe a ela o vinho abriu dedicadamente colocou na taça e deu um beijo na testa dela. Me trouxe cerveja e ficamos bebendo. Gisela na 2 dose de vinho parou e chamou Lu para tomarem banho e me disse que eu poderia tomar banho no quarto pois era suíte e eu já havia percebido.

Foi o que fiz, era por volta de 2 da manhã, tomei banho rápido e quando sai percebi que eles já haviam saído do banho. Perdi o sono e curiosa que sou fui ver o banheiro da casa, banheiro que eles haviam se banhado. Era um banheiro grande com uma banheira média e ficava bem próximo ao quarto. Escutei alguns gemidos e imaginei o que estavam fazendo. Confesso o que nunca imaginei. Fiquei excitada imaginado os dois coroas transando, de repente a Gisela fala:
-Vc é um idiota Luciano, não me dá valor, pensa que sou essas putas ?

Me indaguei e pensei: O que será que ele fez ? Quer comer o cuzinho dela será ?

Ele falou você estraga tudo Gisela, você não entra no clima. Nessa hora percebi que alguém sairia do quarto e corri pro meu.

O marido coroa da amiga virou meu amante

A porta abriu e era Lu. Ele estava sem roupas com uma toalha no ombro e de pai duro. Vi rápido mas percebi que o coroa tinha um pau grande. Fiquei pensando o que poderia ter acontecido. Poucos minutos escuto Gisela roncar e o chuveiro do banheiro estava ligado. Comecei a imaginar que ele poderia ainda estar de pau duro ou batendo uma punheta.

Rapidinho abri a porta do quarto da Gisela, ela estava de camisola e dormindo pesado. Não sei o que deu em mim,
abri a porta do banheiro e lá estava Lu tomando banho no chuveiro e ainda de pau duro. Dei uma de sonsa e falei:

-aí desculpa! É que o banheiro lá do quarto está com algum problema e eu vim usar este. Mas desculpe não percebi que tinha alguém.

Falei isso fixada no pau dele que delícia de pau. Estava duro e percebi as bolas grandes e falei para ele que a porta estava aberta e que ele poderia entrar no quarto para ver o que havia acontecido no banheiro e sai.

Ele não deu uma palavra. Só balançou a cabeça. Achei que ele não iria até o quarto, eu estava com uma camisola nada sexy, na hora pensei: eu deveria ter fingido que queria tomar banho e ter entrado peladinha. Droga ele deve ser fiel a Gisela ele nem vira aqui.

Tirei minha roupa e me enrolei em uma toalha, deixei meus seios quase a mostra como se a toalha tivesse caindo. Escutei o chuveiro sendo desligado. Passa alguns minutos e escuto ele saído e entrando no quarto deles. Que droga!! Que vergonha, onde estou com a cabeça em achar que um homem muito mais velho vai trair a esposa comigo e debaixo do teto deles?

Ouço a porta abrir de novo. Pqp penso eu. Ele contou pra Gisela? Mas contou o que ? Eu só entrei no banheiro. A porta do meu quarto se abre, era Lu sozinho e de toalha com o pau duro. Na hora deu um sorriso e comecei que falar sobre o banheiro. Ele diz:

-Minha linda ,vc tem certeza que isso vai ficar só entre nós ? Eu sei o que vc quer e eu também quero. Respondi puxando a toalha e caído de boca naquela rola dura.

Chupava e dizia o quanto aquilo era delicioso, que ele era muito sexy e que eu estava excitadíssima querendo sentir tudo aquilo em mim. Ele gemia e dizia que Gisela não chupava o pau dele, que era chata e que ele a amava mas que tinha desejos. Pedi para que parasse de falar nela, desci para as bolas. Pqp que coroa sacudo, eu poderia enfiar a minha cara naquelas bolas que senti que estavam cheias. Ele disse pare se não vou gozar e eu respondi:

-pode gozar amor, goza na minha cara. Ele falou:

-não, eu quero chupar você, sentir você.

Me tirou da posição de joelhos e me levantou. Me beijou acariciando meus seios e descia para a minha buceta. Me deitou na cama ,olhou para mim e disse:

-Você é muito gostosa garota, e caiu de boca nos meus seios e descendo para a minha buceta. Chupava e lambia exatamente como eu gosto. Parecia estar a beijando de língua. Desceu pro meu cuzinho e me lambeu, me virou lambeu minha bunda e me colocou de 4. Começou a sentir aquela pica grossa entrando e não podia gemer, mas o tesão estava incontrolável ele mete e sinto as bolas batendo na minha buceta forte e apertava meus seios. Susurro que vou gozar e ele diz:

– eu também.

Sinto a porra quente escorrendo,  porra farta deliciosa e gozo gostoso. Deitamos na cama e ficamos nos beijando, e eu sentindo a porra escorrer. Ele de novo começa a falar da Gisela, ao perceber que eu estava alisando minha buceta e sentindo a porra ele, diz:

-A Gisela só da para mim de camisinha. Pq diz que eu gozo muito e tem nojo.

Eu o beijei de novo e disse que amei estar cheia de gozo dele, que Gisela não sabia o que era ter um homem gostoso na cama. Eu disse para ele voltar para o quarto.

Nos despedimos com beijo quente que quase começaria a roer de novo. Mas tivemos receio da Gisela acordar e não continuamos. Mas depois volto para contar sobre nosso fim de semana e de outros especiais que vieram. Estamos juntos até hoje. Somos amantes e nos amamos apesar da diferença de idade.

Contos de Sexo Relacionados

Deixe seu comentário

error: Content is protected !!