Minha putinha num drive-in

3 votes

Eu e minha mulher sempre fomos muito quentes na cama. Já tínhamos feito de tudo em relação a sexo a dois, quando decidimos juntar outras pessoas na cama. Primeiro foram as mulheres, mas essas eu conto depois. Hoje vou contar como a exibi num drive-in.

Ela tem 1,70m, 52 kg, loira natural, olhos azuis, seios médios e uma bunda que é uma delícia. É muito gostosa mesmo. Um dia fomos a um drive-in e eu disse a ela que iríamos fazer amor com a “cortina” do drive-in aberta. No início ela relutou, disse que não e só consegui abrir um pouco.

Fui a loucura com minha putinha no drive-in

Começamos a nos beijar e a tirar nossas roupas. Eu tirei sua calça e a deixei só de calcinha e uma blusinha e suas sandálias. Nisso olhei pra fora e vi que se formava uma platéia perto da recepção. Continuei a beijá-la e arranquei sua blusa. Dois caras e uma mulher nos olhavam. Eu já estava sem roupa e me abaixei para chupá-la. Quando tirei sua calcinha e me levantei, vi que os dois caras tinham se aproximado bastante, estavam a mais ou menos uns cinco metros da entrada. Nisso ela se abaixou e me chupou com vontade, os caras continuaram a olhar.

Ela se levantou e os viu ali perto. Pediu pra pararmos e fechar a cortina. Eu disse que não. Então comecei a passar meu pau na entrada de sua bucetinha. Ela começou a gemer. Coloquei bem devagarinho e comecei os movimentos de vai-vem bem ali na porta. Os dois caras se aproximaram e começaram a chamá-la de gostosa. Ela novamente olhou e me disse: “Eles estão vindo, vamos fechar a cortina!” Eu disse que não.

Então fiz um movimento chamando os caras. Nisso um outro carro chegou no drive-in e um deles foi abrir o portão. O outro se aproximou. Chamou minha mulher de gostosa. Perguntei se ele queria passar a mão nela. Eu a estava comendo de pé, ela com a bunda toda a mostra e de costas pra porta. Ele foi chegando perto e falei novamente pra ele passar a mão nela. Ele começou a acariciar a bunda dela. Nisso ela perdeu todo o medo e me falou: “manda ele passar a mão nos meus peitos”, ele ouviu e atendeu prontamente.

Ele beijava a nuca dela, passava as mãos pelos seus peitos e bunda, tentava chegar até a bucetinha, mas ela estava preenchida pelo meu pau. Nunca tinha visto ela molhada daquele jeito. Fui o primeiro a comê-la, e desde então era a primeira vez que outro passava as mãos nela. Continuamos a foder gostoso, enquanto o cara a encochava por trás.

Nisso chegou o outro cara e perguntou se cabia mais gente passando a mão nela. Falei que sim. Os dois passavam as mãos por todo seu corpo e eu a fodia com vontade. Chegou outro carro e um deles foi embora. Quando olhei de novo pra minha putinha, vi que o cara tinha abaixado a bermuda e ela punhetava ele bem gostoso. Ele colocou o pau na porta do cuzinho dela, começou a enfiar mas ela tirou. Tava pouco acostumada a dar a bundinha. Ela se mexia e gemia como louca, estava doidinha com aquilo.

Ficamos nesse esfrega mais ou menos uns quinze minutos. O cara dizia que ali tinha muito fogo, que ela era muito gostosa. Ela gemia e pedia pra eu fodê-la. Não aguentei mais, tirei meu pau de sua bucetinha e gozei em sua barriga, pernas e na entrada de sua grutinha. O cara ficou louco e queria enfiar o pau em sua Buceta já melada. Não sei se do gozo de minha putinha ou do meu.

Ela não dizia que sim nem que não. Como ele estava sem camisinha, falei que não. Ele disse que queria gozar. Ela aumentou a punheta que batia pra ele, que gemia, chupava e a beijava. Ouvi um gemido maior e vi que ele gozava em suas costas e sua bundinha. Ele novamente a elogiou, vestiu a bermuda e saiu. Ela ainda queria mais. Mas decidimos terminar em casa.

Se lavou, vestiu a roupa, me deu um beijo e fomos embora. Na saída ela estava morrendo de vergonha, e o cara fez questão de ir pegar o dinheiro. Minha mulher é uma puta tímida, demora a se entregar, diz sempre que não, mas quando começa…. Já fizemos outras loucuras que depois eu conto. Agora ela tem a fantasia de ser uma garota de programa por uns tempos. Depois conto como vai ser!


Contos de Sexo Relacionados

  • Traição 2 anos atrás

    O Patrão de minha mulher lasca ela

    Sou casado há 25 anos. Tenho 50. Minha esposa, bonita, corpo normal, tem 45. Ela trabalha numa multinacional em função administrativa. Por um azar do destino fiquei desempregado há dois anos. Minha área é restrita...

    LER CONTO
  • Heterossexual 10 meses atrás

    Comendo a garota safada

    Um dia eu estava em na escada de casa enfrente, frente a rua e o sol estava muitooo quente, ai passou passou uma garota e me chamou e me perguntou sobre minha mãe. Eu disse que ela não estava em casa, ai começamos a...

    LER CONTO
  • Contos Eróticos 2 anos atrás

    Sonho erótico

    Sonhei que tinha ido fazer fisioterapia e lá chegando eu de cadeira de rodas encontro a fisioterapeuta com um vestidinho preto de alcinha na porta, ela me cumprimenta com um: -- Boa tarde seu M – ao que retruco --...

    LER CONTO
  • Heterossexual 10 meses atrás

    Transando com amigo

    Sempre fui afim de contar meus contos aqui.  Sou casado, tenho 38 anos, 1,77 de altura e tenho cabelo grisalho. Sempre fui afim da morena mais gostosa do bairro, uma morena de 38 anos e um corpo super sensual, peitos...

    LER CONTO

1 comentário para “Minha putinha num drive-in

  1. blank
    Safado • 18 de setembro de 2020

    Essa é uma verdadeira putinha. Como gostaria de ter sido eu nessa história para sentir essa PUTA rebolar no meu pau. Quero gozar litros!!
    Novinhas e Coroas , estou aqui!!!

Deixe seu comentário