Virei putinha e não foi do meu namorado

1 vote

Bem… tenho 23 anos, e vou contar uma história que aconteceu comigo. Namoro desde os 18 e nunca tive vontade de trair meu namorado, mas tinha um garoto que estudou comigo na escola que vivia dando em cima de mim. Como tenho a bunda e o peito avantajado, sempre foi normal que me desejassem, mas nunca rolou nada.

Comecei a fazer faculdade em outra cidade, e no meu segundo ano ele entrou pra mesma faculdade (outro curso).
No ônibus que pegávamos pra ir pra faculdade, chegávamos tarde na nossa cidade. Um dia ele puxou assunto comigo e a partir dai nos aproximamos, todo dia andávamos juntos. Meu namorado não ligava pq realmente não tinha nada demais.

Um dia, acabei vendo as mensagens dele com a namorada dele do meu lado, ele não reparou que vi(ou fez de propósito), e fiquei molhada pelos nudes que ele mandou pra ela. Nos outros dias, percebi que ele começou a me olhar diferente outra vez, até que começou a fazer uns elogios.
-Desculpa entrar no assunto, mas você está gostosa igual naquela época.

Retribui o elogio, mas nada aconteceu naquele dia.

De sexta, as turmas eram liberadas mais cedo, e nesse dia pegamos o ônibus e chegamos antes no caminho.
-Não quer ir pra casa? Só pra gente conversar

Lembrei na hora do nude dele e não resisti, sabia que tinham segundas intenções.

Putinha que me tornei no pau de outro

Chegando lá, ele se aproximou de mim, e eu desci a mão sentindo que seu pau tava duro, começamos a nos beijar, e ele me disse:
-Hoje você vai gozar na minha língua.

Eu que ja tava toda molhada esqueci totalmente que tinha namorado, e ele também. Tiramos a roupa de vez, e ele começou a lamber minha bucetinha, foi o melhor oral que eu ja recebi. Pelo titulo você acha que esse é o final, mas não. Ele desceu a língua no meu cuzinho e chupou gostoso, eu não esperava, ja que meu namorado nunca tinha feito isso. Ele me olhou e me disse:
-Eu sei que ta gostando, cachorra

Deixou minhas pernas bambas com seus dedos, senti que ia gozar na mão dele, nem tinha colocado o pau ainda…
-Ajoelha, putinha, agora você que vai me chupar.

Bom, modéstia a parte, sempre fui boa no boquete, sei babar o pau do jeito que homem nenhum resiste, e a carinha de puta que eu faço… Ninguém resiste deixei as pernas dele tremendo também, até que ele me deu um tapa e falou:
-Agora senta.

Comecei a quicar no pau dele com a minha Buceta toda molhadinha, ele me enforcava e enchia minha bunda de tapa, tanto que ficou até vermelha. Eu sabia que ia gozar ali mesmo.. Mas resisti.. Pedi pra ele me fuder de quatro…

Ele começou a me fuder tão forte de quatro e a bater na minha bunda mais ainda, e disse
-Vou gozar caralho

Estávamos sem camisinha, então ele tirou e gozou na minha bunda. Eu virei e consegui receber um pouco de leite na cara também..

Então eu disse:
“E a promessa que ia me fazer gozar?”

Ele respondeu:
-Deita que eu faço, minha puta.

Eu tinha namorado e mesmo assim em um dia tinha me tornado a puta de outro….

Ele voltou a me chupar, e meu telefone toca na mesma hora.. Era o corno me ligando.
-Atende ele, safada, finge que ta tocando uma.

E então comecei a falar com meu namorado enquanto me chupava…

-Oi amor, to tocando uma pensando em ti… Eu vou.. Gozaaaaar, e gozei gostoso na língua dele.. Meu namorado não desconfiou de nada…

Combinei com ele que aquilo nunca tinha acontecido, mas até hoje tenho sonhos molhados com aquele dia incrível.

Contos de Sexo Relacionados

Deixe seu comentário

error: Content is protected !!