Cuzinho arrombado pelo pelo primo

0 votes

Olá…. adoro contos eróticos e vídeos. Sou virgem mais sempre me interessei pelo assunto, talvez tentando me preparar para quando chegar minha vez.

Tenho 18 anos, um corpo muito bonito e atraente.

No último final de semana minha mãe teve que fazer uma viagem a trabalho, meus pais são separados e meu pai Mora em outra cidade. Para não faltar ao colégio minha mãe decidiu que eu ficaria na casa de minha tia até que ela voltasse da viagem. Até aí tudo bem, era a melhor decisão.

Então no dia da viagem ela me deixou lá. Minha tia me estalou no quartinho de empregada, é pequeno mais séria apenas por alguns dias, e estava vazio pois minha tia não tem empregada. Ali eu teria mais liberdade e poderia ficar a vontade.

No segundo dia liguei meu computador e estava navegando por algumas páginas que curto, inclusive essa aqui que adoro ler os contos. Estava só de calcinha e sutiã, deitada de barriga pra baixo e corria os contos. Sem que eu notasse meu primo entrou no quarto e ficou olhando o que eu fazia. Quando vi seu reflexo na tela do notebook, era tarde ele já tinha visto o que eu fazia.

Ele tem 20 anos e já teve namorada, eu nunca namorei. De repente ele deitou por cima de mim e começou a sarar minha bunda e disse:

-Você está curiosa em aprender sobre sexo, então porque não aprender na prática?

Nesse momento beijou minha nuca o que me deixou toda arrepiada, e se levantou colocando seu pau pra fora e falou.

-Está vendo como é? Pega nele!

O que sempre me chamou atenção nos vídeos é como as mulheres chupam um pinto. Com muito receio, mas cheia de desejo e curiosidade, fui bem devagar e peguei nele.

Era quente e estava muito duro.

Minhas amigas sempre falavam sobre suas experiências, e eu ficava imaginando como seria comigo. Talvez fosse isso mesmo que eu estava precisando, adquirir experiência. Então ele falou:

-Coloca na boca, prova seu gosto!

Minha curiosidade era tanta que não pensei duas vezes e me aproximei colocando ele na boca. Seu gosto não era ruim, e posso dizer que é gostoso. Assim fiquei mamando por algum tempo, até que ele falou que iria gozar na minha boca.

Minhas amigas também já tinham falado sobre isso, então decidi experimentar. Logo ele encheu minha boca com seu leite e eu tomei tudinho. Foi quando ele falou:

-Agora é sua vez!

Meu primo arrombou as pregas do meu cu

Me colocou sentada na cama puxou minha calcinha pró lado e sem me dar tempo de falar algo começou a chupar minha bucetinha. Senti um prazer tão grande que deixei ele brincar a vontade com meu grelinho. Sua língua era quente e úmido me dando um prazer muito grande.

Ficamos assim por um longo período.

Eu já estava com tanto tesão que estava perdendo o controle da situação. De repente ele se aproximou e tentou enfiar seu pau na minha Buceta, mais eu não deixei e gritei:

-Eu não quero perder minha virgindade, eu quero casar virgem!

-Está bem. Não vou te forçar a nada, mais na bundinha não tem problema, você vai continuar virgem.

Eu falei:

-não!

Ele concordou e me acalmou. Já mais calma ele falou:

-Então deixa eu te chupar outra vez, quero te fazer gozar!

Foi tão gostoso sentir sua língua que concordei. Foi quando ele falou:

-Então tira a calcinha e fica de quatro, assim vai ser mais fácil.

Com um pouco de medo fiz o que ele falou.

Tirei minha calcinha e me coloquei de quatro. Logo senti sua língua brincando com minha buceta. Minhas pernas tremiam e eu sentia um calor no corpo que já estava suando. Quando ele passou a língua bem na entrada do meu rabinho senti um prazer tão grande que gozei pela primeira vez, era uma sensação inexplicável.

Nunca pensei que pudesse ser tão gostoso. De repente senti ele passando o dedo bem na portinha do meu rabinho, meu corpo extremes seu todo. Era uma sensação que não consigo explicar.

Quando ele enfiou um dedo então, fui as nuvens e voltei. Pensei…  Como é gostoso receber um carinho no rabinho.

Muitas amigas minhas já tinham dito que experimentaram, que doía muito mais depois ficava gostoso. Confesso que estava adorando.

Fiquei então pensando se deveria deixar ele meter caso quisesse. E não demorou muito pra ele encostar seu pau bem na portinha. Quando começou a forçar a entrada e senti meu rabinho se abrindo, prendi a respiração e me preparei para a dor. E confesso que doeu muito.

Quando a cabeça entrou e veio a dor soltei um grito alto, a sorte é que estávamos sozinhos. E assim ele foi me invadindo e estourando minhas pregas.

Podia sentir a cada movimento que entrava mais um pedaço. Meu rabinho aos poucos foi se acostumando e se abria mais. Quando ele falou que estava todo dentro me senti realizada, então ele começou no vai e vem acabando de estourar minhas pregas. Depois de um tempo começou a ficar gostoso e a dor aliviou um pouco. Quando ele falou que ia encher meu rabinho com seu leite e que agora eu ia ser sua putinha, me senti realizada.

Fiquei hospedada na casa da minha tia duas semanas. E durante esse tempo ele comeu meu rabinho todos os dias, e ainda hoje damos um jeito de ficarmos sozinhos e aproveitamos todas as oportunidades.


  • conto 9 meses atrás
  • Categorias: Virgens

Contos de Sexo Relacionados

  • Virgens 4 meses atrás

    A evangélica do cuzinho gostoso

    A paz do senhor esteja com você, me chamo Barbara , sou virgem e noiva, mas quero dar o cu para quem quiser me comer. Estou na igreja desde que me conheço por gente, guardo a minha buceta a sete chaves, quero me...

    LER CONTO
  • Virgens 8 meses atrás

    Prima virgem virou minha puta predileta

    Olá a todos! Minha prima é uma morena, 1,60. Corpo perfeito tipo modelo. Magrinha, 18 anos. Eu e minha prima sempre fomos bons amigos.. Íamos ao colégio juntos. Só que com o passar do tempo comecei a desejar a...

    LER CONTO
  • Contos Eróticos 4 meses atrás

    Colega da faculdade Safada

    Maria foi uma colega minha da faculdade, na época ela tinha uns 18 anos e era virgem e eu 22. No começo ela andava com várias garotas, mas por causa de um deslize ela começou a se isolar. A parte interessante era que...

    LER CONTO
  • Virgens 2 anos atrás

    Minha ex aluna gostosa safada e virgem

    Boa tarde, caros leitores. Sou professor, tenho 35 anos e há mais de 10 anos já trabalho dando aulas por aí. Não pensem bobagens a meu respeito, pois não saio com alunas. Acredito que onde se ganha o pão não se...

    LER CONTO
  • Virgens 2 anos atrás

    Primeira foda

    Eu estava com ela em sua casa, já fazia umas semanas que estávamos namorando e mesmo não gostando muito da ideia, nossos pais aceitaram. Nossa primeira foda Nesse dia estava só com ela, sua mãe tinha saído...

    LER CONTO

Deixe seu comentário