Perdi minha virgindade

2 votes

Olá! Tenho 23 anos, me considero uma mulher atraente. Sou baixinha com coxas grossas e um bumbum lindo.
Só tem um probleminha, em um acidente perdi a metade da perna direita. Por isso resolvi escrever, nunca vi um relato de uma amputada nesses Contos Eróticos.

Sempre que estou interessada em alguém e a pessoa descobre que não tenho uma das pernas se afasta. Com um certo rapaz foi diferente, ele se aproximou mais ainda.

Ele é um rapaz muito carinhoso e me trata como rainha, a 2 meses me pediu em namoro, claro que aceitei, é o meu primeiro namorado.

Sábado último como sempre veio me ver, por coincidência eu estava sozinha em casa. O recebi normalmente. Estava com um vestido longo que usava sempre para esconder a prótese.

Ele sabendo que estávamos sozinhos pediu pra ver como era minha perna. Fiquei sem graça mais para fortalecer nosso relacionamento concordei.

Perdi minha virgindade e foi simplesmente perfeito

Ao colocar a mão em minha coxa me deu uma coisa por dentro que nunca tinha sentido. Comecei a ficar excitada. Senti sua mão subindo até minha virilha. Começou a subir um calor tão grande que era quase incontrolável. Eu estava sem ação, nunca tinha recebido um carinho assim.

Ele olhou nos meus olhos e beijou minha boca dizendo que me queria. Ele foi o primeiro capaz de dar o valor que eu merecia.

Eu pensava muito em como seria minha primeira vez, e talvez fosse essa minha primeira vez. Resolvi deixar por conta dele.

Sem que eu esperasse ele começou a beijar minha coxa e foi subindo até minha virilha. Em pouco tempo sua língua estava brincando no meu grelinho. Isso me deixou louca.

Não consegui mais me conter.

Ao mesmo tempo foi subindo meu vestido e logo ele caiu no chão. Resolvi então presentear ele com minha virgindade. Ele tirou minha calcinha me deixando nua. Me beijava toda. Quando ele levantou e começou a tirar sua roupa, fiquei na expectativa do que iria ver.

Logo ao tirar a sunga seu pau saltou pra fora, estava duro e empinado. Então ele pediu pra mim dar uma chupada.
Não pensei duas vezes e o coloquei na boca.

Era gostoso e me deixou ainda mais louca de tesão. Ele era bem grande e grosso, parecia ser muito gostoso.

Depois de um tempo ele me pegou. Me colocou de lado no sofá e aproximou seu pauzao da minha bucetinha. Eu tremia toda e estava com a respiração ofegante.

Quando senti ele começar a forçar sua entrada, tive medo mais pensei. Agora não tem mais volta. Quando senti a cabeça entrar, pensei. Hoje serei mulher.

Doía um pouco mais era suportável. Aos poucos ele foi entrando e me fez mulher de verdade. Era maravilhoso sentir ele dentro de mim, com muito cuidado e carinho foi fazendo o que queria. Quando ele começou a bombar entrando e saindo consegui gozar pela primeira vez. Foi uma realização, não tem como explicar essa sensação.

A dor continuava mais o prazer era maior. Ficamos por vários minutos com ele metendo e tirando, até que aunciou o gozo, e tirando rápido pude ver seu leite jorrar sujando toda minha barriga e peitos. Passei a mão espalhando por todo meu corpo, era uma sensação incrível.

Agora sou sua mulher e pretendo sempre que ele quiser, vou deixar ele colocar na minha bucetinha.

Contos de Sexo Relacionados

  • Comi a prima evangélica do meu sobrinho

    Em belo dia um sobrinho falou que tinha uma pessoa que sempre perguntava por mim, achei que foi brincadeira de principio mas fiquei curioso, entao falou que era sua prima. Achei impossível pois ela é crente e eu sou do fank, forro, pagode e gosto de curtir a noite quando não...

  • Virei uma putinha nas mãos do patrão

    Durante a pandemia perdi meu emprego, e já estava desesperada, faltava de tudo em minha casa. Foi quando uma amiga me falou que seu conhecido dono de uma pequena empresa estava contratando. Peguei o endereço e fui correndo tentar uma vaga. Ele era um senhor já com alguns...

  • Um dia maravilhoso de foda com minha enteada

    Bom dia, vou relatar algo real e maravilhoso que aconteceu comigo e minha afilhada. Então... tudo aconteceu de forma normal confesso que foi os melhores dias da minha vida. Ela morava no interior, eu na cidade, minha esposa precisou viajar, eu ficava sozinho em casa, tinha...

  • Usando o consolo pensando no genro

    Segue mais um conto sobre meu genro, não irei usar nomes para preservar a identidade. Quem já leu meus contos anteriores, sabe do tesão e do desejo que tenho por ele. Comecei a perceber que quando estou sozinha ele sempre me manda uma mensagem no celular, com algo...

  • Transando com a vizinha

    Bom dia a todos! Bom vou contar como tudo aconteceu.... Eu era casado e tínhamos uma vizinha que era muito amiga da nossa família. Ela era casada também e sempre vivia em casa. Uma morena dos seios durinho e bumbum avantajado. Ja tinha visto ela de short colado e...

  • Comendo a garota safada

    Um dia eu estava em na escada de casa enfrente, frente a rua e o sol estava muitooo quente, ai passou passou uma garota e me chamou e me perguntou sobre minha mãe. Eu disse que ela não estava em casa, ai começamos a conversa assuntos aleatórios, quando de repente ele me...

  • Foda com o motorista do aplicativo

    Olá! tenho 28 anos, 1,73, 63 kg, seios grandes e durinhos, bumbum grande. Um dia fui a um samba com uma colega de trabalho, dançamos muito e depois cansei, fiquei  com sono, então resolvi ir embora. Chamei um carro de app que chegou bem rápido. Assim que entrei no...

  • Desejando minha putinha

    Boa noite senhorita, na realidade não sei se um dia você vai ver o que eu escrevo ou se vai saber o que eu penso e imagino, acaso um dia você leia esse texto, é porque já estamos nos falando bem..; Sabe a sensação de vontade, eu tive essa sensação nas primeiras vezes...

3 comentários para “Perdi minha virgindade

  1. blank
    Antonio • 20 de outubro de 2021

    Nossa que delicia de relato dessa mulher maravilhosa que narra ser amputada e ainda ser virgem e ter conhecido um homem maravilhoso, carinhoso e que proporcionou tanto prazer à ela. Confesso que queria eu ser este homem e dar todo esse prazer a essa mulher maravilhosa. Sei bem como é ser deixado de lado por algo que nos acomete e desejo a escritora do relato, todo o prazer para ela, toda saúde e felicidade sempre.

  2. blank
    Ju • 9 de novembro de 2021

    Nossa quando eu perdi minha virgindade foi tudo de bom, não doeu nadaa, não sei se era pq eu confiava no rapaz ou pq ele tinha me dado tesão ao extremo kkkkkk

  3. blank
    Natália • 5 de março de 2022

    Que delícia de conto.
    Sou casada com um amputado e ele é o cara que mais me satisfez na cama até hoje . Sou completamente apaixonada por ele

    Nosso sexo é maravilhoso

Deixe seu comentário