Transando com o cobrador da van

0 votes

Na época em que aconteceu esse episódio eu tinha 23 anos. Tinha uma balada bem conhecida na minha cidade, eu amava aquele lugar, não sou de beber até sair do controle e nem saia pra pegar ninguém, eu gostava mesmo era de dançar, me acabava dançando na pista a noite inteira e só saia depois das 4 hs da manhã.

Quando a gente saia tinha uma fila de vans que iam para bairros próximos, eu estava com uma amiga mas ela foi em outra van, que passava mais próximo a casa dela. Sentei no fundo, e já percebi o olhar do cobrador, algumas pessoas subiram mas não chegou a encher e fomos embora. Eu encostei a cabeça no vidro e fechei os olhos, em seguida percebi alguém sentar do meu lado, era o cobrador. Ele encostou a cabeça no meu ombro e sussurrou no meu ouvido.

– Quero você!

Fudendo com o cobrador da van

Eu sorri e quando já ia me afastar ele me beijou, beijou com tanta vontade e tesão que parecia que já éramos íntimos e que não tinha mais ninguém ali.

Quando alguém dava sinal, ele levantava, ia até a porta e voltava, voltava me comendo com os olhos e repetia a mesma frase, quero você. Cada beijo mais quente que o outro, e eu só queria mesmo era dar pra ele. Mesmo com passageiros ainda ele colava o corpo dele no meu, enfiava a mão por dentro da minha blusa e pegava meus seios e eu fui descendo a mão até que peguei o pai dele e comecei alisar por cima da calça, que pauzããão, que tesão, que adrenalina.

Faltando uns três pontos para o final, desceram as últimas pessoas. E ele já veio em minha direção abrindo a calça e eu abocanhei aquele pau, o carro em movimento, o motorista correndo, quando chegou no final desceu. E eu chupando aquele pau maravilhoso, aquele homem que nunca vi se desmanchando de prazer, depois bati uma pra ele, até ele gozar.

Nossa que delícia, eu nunca me senti tão desejada, mas eu pensei que ia acabar por aí, mas não. Ele arrancou a minha blusa e começou a chupar meus seios, ele me pegou no colo, me deitou em outro banco, a minha calcinha estava toda molhada, ele arrancou, jogou e caiu de boca na minha Buceta, ele chupava tão gostoso, lambia o meu grelinho e beijava a minha buceta, de repente ele colocou dois dedos na boca e enfiou no meu cuzinho enquanto eu gozava deliciosamente na boca dele, gozei várias vezes e ele adorava, sugava tudo.

Já estava de pernas bambas só de gozar na boca dele, empurrei ele. Ele sentou em outro banco e eu vi que o pau já estava bem duro, sentei no colo dele por cima da cueca e nos beijamos loucamente, ele só falava que me queria, parecia que só sabia dizer isso, mas eu estava disposta a ser dele por completo, desci do colo tirei a cueca dele e sentei, era um pau grande e grosso e eu cavalguei igual uma éguinha naquele homem, ele gemia alto, me segurando pelos cabelos, eu gozei e continue sentando com força até ele gozar também, quando acabou nós beijamos, rapidamente procuramos nossas roupas, ele pediu para o motorista me levar até o ponto em que eu desceria, mas eles me levaram em casa, eu não tive nem coragem de olhar para o motorista.

Ele deu mais um beijo, agradeceu, não perguntou meu nome, nem eu o dele e foi embora. Passei por dias procurando por ele nas vans, e até achei que um dia ele apareceria na minha casa mas nunca mais vi ele, eu só sei que foi a minha melhor transa da minha vida.

Contos de Sexo Relacionados

  • Sexo a três 11 meses atrás

    Curtindo um sexo a três na pousada

    Olá sou Igor (*) 44 anos, moreno claro e minha esposa Meire(*), 39 anos, loira toda linda com seios e bunda fartos.  Nós acabamos experimentando sexo a três e vou contar como foi. Eu e minha esposa completamos 20...

    LER CONTO
  • Orgia 10 meses atrás

    Noite maravilhosa orgia

    Somos um casal, eu loira e 37 anos, muito linda e maridão próximo do 50, muito elegante. Sempre viajamos para fugir da rotina e curtir umas fantasias. Bem vamos lá, uma noite gostosa em uma cidade que amamos, nos...

    LER CONTO
  • Heterossexual 10 meses atrás

    Sexo com a secretária puta

    Sou Nildo (*), tenho 24 anos e sou viciado em um bom Sexo. Uma ex paquera minha, com quem eu já transei muitas vezes veio trabalhar no mesmo local que eu. Aqui nós ficamos sozinhos a maior parte do Tempo.. E era...

    LER CONTO
  • Contos Eróticos 4 meses atrás

    Minha primeira troca de casais

    Ola! Tenho 1.78 de altura, corpo bem definido, morena clara, 28 anos e um bundão de dar inveja. Vou contar a vocês a minha primeira vez de troca de casas. Num sábado desses fui ao restaurante com meu namorado....

    LER CONTO
  • Xvideos 3 semanas atrás

    Gozei gostoso na rua e depois dei o cu

    Boa tarde! Sou morena, altura mediana, tenho um bumbum grande e durinho e peitos médios. Eu sou bem safadinha, gosto de uma coisa proibidinha mesmoooo. Queria há muito tempo transar com meu namorado, ele é alto,...

    LER CONTO
  • Contos Eróticos 8 meses atrás

    Recaída no escritório

    Olá, meu nome é Danielly(nome fictício), tenho 24 anos e trabalho com meu ex-namorado. Apesar de já termos terminado e hoje sermos ambos casados, ainda existe aquela chama que não se apaga, basta uma troca de...

    LER CONTO

Deixe seu comentário

error: Content is protected !!