Casado puta de um negão gostoso

1 vote

Acordei em uma sexta feira com muita vontade de fuder com um homem. Virar putinha mesmo. Sou casado com mulher e a amo, 36 anos, mas tenho um desejo por machos que as vezes me domina.

Nesta sexta entrei em contato depois de 7 meses com um macho que conheci no bate papo da minha cidade. Falei com ele e pra minha surpresa ele respondeu muito rápido. Eu já fui logo falando que eu queria pica. Ele disse: ” se quiser vim aqui em casa pode vim, só vou tomar um banho.” Era de manhã, umas 9hrs.

“Pode vim” disse a mensagem depois de uns 10min.

Eu fui.

Cheguei e estava muito nervoso. Sentei na sala e fiquei a espera dele que fora trancar a porta. Adentrou a sala e ficou em pé na minha frente com o volume enorme no short de taquetel, eu peguei na vara sobre o short e falei.

_Nossa vc já tá assim?

_Sim. Você quer?

_ Claro!

Abaixei o short e sentir o cheirinho da rola, uma delícia de odor, sentir meu pau e meu cuzinho reagindo. Masturbei devagar por um instante, meu cu tava querendo muito aquele pau.” Que pau gostoso!” Estava a dias pensando naquele momento. Que testura! Uma rola grossa, com a cabeça um pouco mais grossa, 19 cm mais ou menos e levemente envergada pra esquerda. Meti a boca, começando pela cabeça é claro, entrava até o meio da rola com muito esforço. Mamava e falava o tempo todo: que pau gostoso, ele dizia : “seu safado! Você gosta né?!” Eu dizia é claro! Um pau lindo desse.

_ Gostou desse pau cadela?

_ Sim. É muito gostoso.

_ Sentiu falta dessa rola seu safado?

_ Sim, Claro. Estava louco de vontade. Vai colocar ela no meu cuzinho? Ele já tá querendo. Ele sempre dizendo que eu era muito safada e me chamava de cadela. Eu perguntei depois de uns 10 minutos mamando e me deliciando com aquela maravilha, ( mamaria o dia todo ) se ele queria me comer porque meu cuzinho tava doido já. Ele acenou pra eu levantar, levantei e fiquei de costa pra sentir a pica na minha bunda. Ele disse pra eu ir pro sofá e ficar de 4.

Obedeci e me empinei toda no sofá. Foi passando o dedo com saliva. Sentir a cabeçona forçando a entrada. Fiquei tenso por um momento, apesar de já ter experimentado, ainda sim dava apreensão. Não entrou. Tentou de novo após mais saliva no cuzinho. Passou a cabeça da piroca na portinha, pra baixo e pra cima. Nossa que delícia que foi, nunca brincaram assim com meu buraquinho. Eu tava doido pra ser penetrado.

_ Você tem camisinha aí?

Perguntei. Mesmo antes de eu terminar a frase sentir meu ânus abrindo e engolindo aquele pauzão.

_ Agora já foi! _ Disse ele debruçando nas minha costas.

_ Quer que tira?

_ Nãaaao! Enfia tudinho devagar e deixa eu acostumar com ele.

Que sensação ser penetrado no pelo, depois de sentir a textura maravilhosa daquela rola na boca, agora a sentia dentro de mim.

_ Safadinho. Quer pica né?! _ Falou ao pé do meu ouvido.

_ Sim. Quero muito.

Deixou só alguns segundos e já começou a bombar de leve. Sentia aquela rola dentro de mim me penetrando e ardendo as pregas, mas eu queria muito ser fudida, tava gostoso, e foi bombando devagar e foi ficando cada vez mais gostoso, me concentrei em sentir a rola dura, igual pedra ia deslizando e me preenchendo, lembro de pensar: ” pronto! Agora sou uma putinha de verdade, estou dando prazer pra um macho!” Gemia baixo.

Puta de um negão que sabe me dar prazer

Aos poucos ele aumentou o ritmo.

Estava bombando em um ritmo bem gostoso e segurando na minha cintura, do jeito que eu gosto. Começou a dá umas estocadas fundas, eu pensei: ” nossa agora não vou aguentar esse macho.” Fui ao encosto do sofá e mordi o estofado pra gemer alto e abafar o sou. Naquele momento era dor no fundo do meu reto e prazer, ele deslizava gostoso e não ardia mais. Então puxou minha cabeça e segurou nos meus dois ombros e começou com umas estocadas fortes, parecia um cavalo com muita fome. Eu me senti uma fêmea debaixo daquela macho enfurecido de tesão, nunca tinha feito assim antes.

_ Aí, seu pau é grande e grosso, tá doendo.

_ Você não quer pica safado?

Comecei a me masturbar.

_ Tira a mão daí, me dá ela aqui. _ disse pegando na minha mão, segurou com as duas mãos colocou-a pra trás eu continuou as estocadas fundas. Doía, mas tava me sentindo ótima. Quando forçou muito e eu achei que ia me estourar eu fui pra frente e tirei o pau de dentro, doeu como nunca tinha sentido na vida.

Eu me virei de frango assado e ele entrou de novo facilmente, o meu buraco a essa altura tava aberto e macio. O macho tem um tesão danado. Começou a fuder de frango assado e eu olhando aquele mastro entrando e saindo, me deu um tesão tremendo. Peguei nas nádegas dele, sentindo o movimento de vai e vem.

_ Nossa! Que delícia de piroca hein. Olha como ela entra gostoso.

_ Sua cadelinha, gosta de vê a pica entrar?

_ Sim, adoro. E sorri. Deu algumas bombadas gostosas e disse:

_ Sua cadela. Vai dar igual cadela agora.

Mandou eu ficar de 4 e eu obedeci. Veio por cima e montou em mim. Sentir a pica entrar deslizando, uma delícia. No entanto as estocadas que ele enfiava até as bolas no meu rabo tá doendo muito. Aguentei por um bom tempo, pensava o tempo todo: ” sou uma puta e tenho que aguentar, meu macho precisa meter, até pula fora de novo, pois cheguei no limite.

_ Nossa seu pau é muito grande. Vamos pro banho?

O macho tava com aquela estaca duraça empinada pra cima, veiuda e agora meio avermelhada, tava doido pra jorrar leite.

Fomos pro banho e pensei em pedir uma camisinha, mas aquela altura eu já tava todo arrombado e achei que não faria muita diferença, pensei vou aproveitar essa rola. Já comecei a lava aquela rola maravilhosa, passando sabonete com as duas mãos, me cu já me mandou o sinal. Me virei e já pressionei a bunda contra aquele mastro.

Entrou como se meu cu não tivesse mais parede, sensação maravilhosa, diga- se de passagem. Me pegou pela cintura e comeu a socar num ritmo ainda mais rápido e gostoso. Pegou pra meter e gozar rápido, não estava se importando a essa altura se eu ia aguentar ou não, pegou pra fuder e gozar. Eu também estava com vontade de gozar aquela altura. Comecei a gritar e a gemer um pouco mais alto.

_ Geme baixo caralho!

_ Tá muito gostoso!

_ Vou leitar seu cuzinho sua puta, pode?

_ Claro! Enche meu rabo de porra! Vou gozar também! Goza gostoso caralho! Me dá leite! Ahhhahaa.

Ele urrou e eu gemir junto como uma vadia. Gozei muito gostoso, as pernas ficaram bambas. Que gozada foi aquela.

Quando acabei de gozar ele ainda tava pressionando a estaca bem fundo. Quando tirou a rola tava bem dura. Abrir as pernas e deixei escorrer a porra dele pra tirar o excesso, afinal tava vazando de qualquer jeito porque ficou todo aberto. Não queria correr o risco de marcar meu short na rua.

Saímos do banho e eu fui embora.

Meu cu ficou largo e foi uma sensação maravilhosa.

Marcamos mais uma vez uns 3 meses depois dessa foda.

Depois vai ter mais conto.

 


Contos de Sexo Relacionados

  • Pornô Gay 2 anos atrás

    Virei a putinha do meu amigo

    Meu amigo um dia me encontrou, meio depressivo, desiludido da vida, estava um tempão sem pegar mulher e, de repente, veio com um papo de que ia começar a dar o cu, pois devia ser bom já que tinha muita gente que...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 7 meses atrás

    Minha iniciação

    Nasci homem. Aos 18 anos decidi assumir que sou gay. Submisso, magro e com um corpo mediano não atraia mulheres. Entrei numa academia de ginástica e, com os exercícios, meu corpo se modificou. Minha bundinha,...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 2 anos atrás

    Sexo com um macho avantajado

    Vinha eu do trabalho na madrugada quando me deparei com um cara mijando no poste, parei o carro ao lado e fiquei observando, a rola do cara era grande e grossa, aquela visão me despertou um tesão enorme, pois tinha...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 2 anos atrás

    Fui seduzido, gostei e dei o cu

    Vou contar aqui uma aventura que vivi a quase dois anos... Vamos lá... Sou homem, casado portanto discreto... Numa sexta feira muito quente, por volta dás 16:30 hs, saindo do trabalho, eu me encontrava no...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 9 meses atrás

    Tesão Incontrolável pelo garoto

    Olá... tenho 45 anos e sempre fui heterossexual, até que conheci uma rapaz, ele trabalha como técnico de internet e veio concertar a minha internet. Era uma sexta feira, pela manha e ele chegou, estava com uma...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 2 anos atrás

    Chupando Pau do meu amigo gay

    Anos atrás eu e meu maior amigo começamos a sentir um clima entre nós. Ele era casado, mas a mulher não chupava o seu pau. Eu e ele, antes, já tínhamos feito uma suruba com a minha namorada -nós dois comemos...

    LER CONTO

1 comentário para “Casado puta de um negão gostoso

  1. blank
    Paulo • 28 de março de 2022

    meu sonho é dar meu cuzinho pra um negão dotado, rebolar na vara dele

Deixe seu comentário