Sendo gay com meu vizinho por mil reais

0 votes

Sempre que saio de casa meu vizinho está na porta, ou fazendo algo com o carro, arrumando o jardim, sentado tomando um sol, mas sempre está por lá, e nós nos falamos, antes eram cumprimentos normais, “bom dia, boa tarde, boa noite” mas depois de um tempo começamos a evoluir, já era ” seu cachorro melhorou? Sua mãe tá bem? Como foi seu dia?” Já estávamos bem amigos, mas eu percebia um olhar a mais, ele me olhava com tesão, de cima a baixo, e eu gostava, ele é um gato, mas eu sou hetero, só me sentia lisonjeado, pensando eu que isso pararia por ali, mas, essa história rendeu. Eu ia saindo de casa como todos os dias e passei, cumprimentei, e ele disse:

– Ei, quero falar com você depois, venha aqui em casa quando voltar do trabalho, é sobre negócios!

Virei gay para ganhar dinheiro

Eu fiquei curioso, pois que tipo de negócio ele teria pra falar comigo, não sei o que ele iria propor, eu disse:

– Certo, chegar vou em casa, tomar um banho, comer e venho pra gente conversar!

Ele concordou e eu segui meu dia, quando foi mais tarde fui na casa dele, ele estava todo arrumadinho, mais presença do que todos os dias que já o vi, ele falou:

– Vou direto ao assunto, eu sou bissexual, tenho Minha namorada, mas também curto homens…

Nessa hora eu quis fugir, já sabia o que ele queria, mas não sei o que rolou, eu fiquei, w segui ouvindo. Ele disse:

– Só que sou discreto, faço minhas coisas e ninguém sabe, nunca conto a ninguém, e pra não ter essa de laços eu procuro caras héteros, que queiram ganhar um extra, e seguimos a vida, amigos ou não, sempre no respeito, só teremos essa intimidade entre quatro paredes, e claro, no final sai com a grana, e não é pouco não!

Eu disse a ele:

– Não sei nem o que falar…

E ele continuou, falou:

– Mil reais por vez, quer tentar? Tudo no sigilo, e fala sério, eu não sou um cara feio, né?

Ele riu, e eu ri junto, de nervoso, eu falei a ele:

– Nem de longe você é um cara feio, pelo contrário, mas o negócio que eu não sou bissexual, será que não será um trauma pra mim?

Ele disse:

– Vamos tentar? Mil reais…

E eu disse:

– Tá certo, vamos tentar!

Não sei o que me deu, eu estava ali e ia transar com um homem, nossa, nunca imaginei, mas ia rolar, então ele pra me relaxar começou fazendo uma massagem, eu tirei a camisa, e ficamos conversando, ele falando em putaria, fazendo a massagem e meu pau levantando, eu estava ficando excitado, nunca imaginei isso na vida, e aí ele beijou meu pescoço, foi descendo, e chegou na parte principal, abriu minha calça, tirou pra fora minha rola e começou a masturbar, eu estava gostando, incrível, e quando ele fez o boquete eu quis gozar, será que eu era bissexual também? E aí ele me chupando e eu olhando, e ele me olhando, nossos olhares se cruzando, estávamos conectados, que delícia, e aí ele desceu, chupou meu saco, e desceu, quando vi ele estava chupando meu cu, que viagem, e estava maravilhoso, a sensação é demais, e eu não resisti.

Mas eu ficava calado, com vergonha de admitir, eu disse:

– Rapaz, você tá chupando meu cu, que doideira, o que você vai fazer?

Ele disse:

– Relaxa, não vai doer nada, vou colocar um gel anestésico!

Dei meu cuzinho por mil reais

Nessa hora eu vi que ele tinha planos de me comer, eu pensei que eu que ia come-lo, aí eu quis debater, eu fosse:

– Ei, vamos fazer ao contrário, pelo menos até eu acostumar, a minha primeira vez com homem e já vou dar o cu?

Ele aceitou e eu que tive que agir, esse era o combinado, então dei o melhor de mim, chupei o pau dele, chupei o cu, e com sinceridade eu gostei, estava dominando como eu queria, e chegou a hora da penetração, eu já tinha comido cu de mulher, e não seria diferente, fui em frente, passei o gel, ele quis ficar deitado de frente e abriu bem as pernas, eu já tinha chupado e estava enfiando os dedos, eu estava gostando, e aí bombei um pouco meu pau, e fui enfiando, ele gemendo, gostando, ele é um cara sedutor, não vou negar, eu estava gostando do que estava rolando, e enfiei tudo, foi gostoso, senti o cuzinho dele apertado e quente, foi diferente de comer cu de mulher, sei lá, foi mais intenso, e ele curtindo o momento, gemendo pedindo pra eu enfiar tudo, e com força, e eu fazendo, até que eu quis gozar, eu falei:

– Estou já pra gozar, e você?

Ele disse:

– Não, não pode gozar agora não, quero que isso aconteça de quatro, espere aí!

Então ele se posicionou de quatro, e eu enfiei tudo nele, aquela posição é mágica, fiquei com mais tesão ainda, e metendo com gosto, até que eu puxei a cabeça dele e fui enfiando e beijando, e o orgasmo vindo, eu me controlando, peguei no ombro dele e mandei ver, velocidade máxima, só ouvi o gemidão dele gozando, e aí não resisti, fui junto, mas ele disse:

– Goza na minha cara!

Tirei ligeiro do cu dele e fui pra o rosto, bati uma ali ligeiro e saiu leite na cara dele, ele abriu a boca, e engoliu um pouco, eu estava em êxtase, como dói bom, minha primeira experiência sexual e tinha sido gostosa pra caramba, eu queria mais e mais, estava fácil pra eu faturar uma grana sentindo prazer!

Ele disse:

– Você me surpreendeu, quanta virilidade, muito macho, parecia que você estava gostando!

E eu disse:

– Eu curti te comer, não vou negar!

Aí ele se veio em minha direção, me beijou, nós beijamos, e ele disse:

Seu dinheiro está ali, em um envelope em cima da mesa, que dia pode vir novamente?

Eu agradeci e disse:

– No dia que você quiser eu venho, só avisar!

E ele disse:

– Mas já vai ser eu comendo você, quer que eu já vá dilatando seu cu?

E assim foi, ele me chupou, meteu os dedos e foi assim por dois dias, até chegar o dia da foda! Continua….


Contos de Sexo Relacionados

  • Pornô Gay 1 ano atrás

    Fui seduzido, gostei e dei o cu

    Vou contar aqui uma aventura que vivi a quase dois anos... Vamos lá... Sou homem, casado portanto discreto... Numa sexta feira muito quente, por volta dás 16:30 hs, saindo do trabalho, eu me encontrava no...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 2 anos atrás

    Cdzinha dando para o primo tarado

    Foi assim : Primeiro eu chupei o pau lindo dele, durante uns 20 minutos aí ele disse assim que seu continuasse a chupar daquele jeito ia encher minha boca de leite. Tive que parar pra ele me comer, quando eu tirei o...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 3 anos atrás

    Virei a putinha do meu amigo

    Meu amigo um dia me encontrou, meio depressivo, desiludido da vida, estava um tempão sem pegar mulher e, de repente, veio com um papo de que ia começar a dar o cu, pois devia ser bom já que tinha muita gente que...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 2 anos atrás

    Minha iniciação

    Nasci homem. Aos 18 anos decidi assumir que sou gay. Submisso, magro e com um corpo mediano não atraia mulheres. Entrei numa academia de ginástica e, com os exercícios, meu corpo se modificou. Minha bundinha,...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 2 anos atrás

    Minha primeira vez dando a bundinha

    Olá, meu primeiro conto, acontece bem do jeito que imaginava! Sou moreno 1,88 de altura, 78 kg , olhos castanhos, sou alto um pouco magro, boa pinta e sou casado com mulher. Estava na casa de uma tia, quando deu 8...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 3 anos atrás

    Comendo o viadinho atrás do curral

    Meu nome é Nadson(*), moro na capital, mas até 20 anos morava no interior. Sou heterossexual, mas de vez em quando acabo comendo o viadinho que me der bola, sempre com sigilo e segurança. Sou casado, mas minha...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 3 anos atrás

    Sexo com um macho avantajado

    Vinha eu do trabalho na madrugada quando me deparei com um cara mijando no poste, parei o carro ao lado e fiquei observando, a rola do cara era grande e grossa, aquela visão me despertou um tesão enorme, pois tinha...

    LER CONTO
  • Pornô Gay 3 anos atrás

    Cuzinho arrombado no ônibus

    Bom o conto que vou contar ocorreu no último final de semana, quando viajava. Era por volta de 19:00 cheguei a rodoviária e fui ao banheiro ver se conseguia algo, dar uma mamada gostosa !!!! Não demorou muito um...

    LER CONTO

Deixe seu comentário