O corno muito cansado

3 votes

Eu estava insatisfeita com meu marido na cama, ele mal queria transar, e quando eu falava muito ele ia, mas com aquela má vontade, nem fazia uma preliminar, mandava eu fazer o pinto dele subir e depois eu sentasse em cima, quicasse até gozar, porque ele estava sempre cansado, e depois que eu gozasse era pra estimular ele a gozar, ai ele dormia ali mesmo, sem nem se mexer, nem se limpar ele ia, o homem andava morto de verdade, e eu triste, pois queria ter sentimentos de sexo por ele, mas estava difícil, e ele não ajudava, eu tentava conversar, mas o homem nem deixava eu completar, á dizia que eu estava louca!

Traindo meu marido corno manso

Como eu não via ele se mexer pra resolver esse problema e quando eu ia falar, ou ia em cima dele quando sentia vontade, ele só fazia s sair, então eu resolvi agir por mim mesma, antes eu me sentia culpada por querer, desejar outros homens, mas depois de tudo que ele fez, ou melhor, não faz, resolvi viver, sou jovem, sou bonita, tenho muita libido, e mereço sentir prazer, me sentir amada e desejada. Eu já tinha percebido que um amigo dele não tirava os olhos de cima de mm, sempre ele estava lá em casa pra assistir jogo com meu marido, conversar e etc…

Percebia os olhos dele toda vez que eu surgia, eu também estava de olho nele, afinal o rapaz era um pão, muito bonito, sexy, um homem sensual, aqueles olhos verdes, cabelos caídos no olhos, braço forte, pernas torneadas, tanquinho seco, eu ficava só admirando, mas agora eu olhava pra ele perceber, antes era escondido!

Botei minha roupa sedutora, mini saia, minhas pernas são lindas e acompanhada da minha bunda empinada fica perfeito, cinturinha de pilão, seios durinhos, grandes, e muito perfume, sorriso encantador, eu me arrumei toda, queria que ele viesse até mim, estava afim de dar a Buceta pra ele, queria ser comida com tesão, aquela adrenalina de primeiro encontro, só pensava nos beijos e mãos bobas, eu já estava molhada e piscando.

Cheguei na sala, os dois estavam juntos, mas O amigo quando me viu espichou os olhos, nos olhamos fixo por um tempo, eu sorri e disse a ele:

– Quero te ver sozinho, você quer?

Falei assim baixinho quase mudo, meu marido estava entretido jogando vídeo game e nem percebeu!

Ele disse:

– Aonde a gente se encontra?

Bom, já sabia que eu ia me esbaldar, hoje ia ter muito sexo selvagem e gostoso com aquele gato dos olhos verdes!

Escrevi em um papel e passei pra ele, no papel dizia:

– Venha aqui ás vinte e uma e meia, é a hora que ele vai estar dormindo, ele anda muito cansado e dorme cedo, já que acorda super cedo pra trabalhar!

Ele balançou a cabeça que sim, fiquei lá sentada no sofá vendo eles jogarem, e o fogo foi subindo, vários olhares trocados, eu abri as pernas e mostrei a buceta pra ele, toda raspadinha, ele abriu a boca e mordeu os lábios, mostrei também os seios, tudo isso meu marido de fone e concentrado no jogo, ele fica cego quando está jogando, e nós aproveitando horrores. Sei que ele foi embora e nós fomos deitar, dei mais uma chance a ele, fui com a buceta na cara dele e mandei chupar, ele só fez me olhar e disse:

– Oh mulher chata, não vê que eu estou com sono? Vai viçar pra lá!

E foi isso que fui fazer, pra garantir que ele não ia acordar esperei pra vê se ele ia tomar o remédio pra dormir, ele tomou e já estava roncando, só fiz fechar a porta de chave e esperar meu gato, ele chegou, falei que meu marido tinha tomado remédio e que eu tinha fechado a porta, então partiu pra cima de mim com força, me beijando e passando a mão por meu corpo, ele disse:

– Faz tempo baixinha que estou de olho em você, pensei que nunca fosse ter você, mas esse dia é hoje, eu estou explodindo de tesão, minha rola não vê a hora de entrar nessa bucetinha quentinha que eu estou pegando aqui!

Fodendo com outro na frente do corno

Ele falava e me beijava, me cheirava, passava as mãos, eu não sabia nem o que falar, era o dia mais feliz depois que eu casei!

Eu estava entregue a ele, nos deitamos na sala de casa, peguei um colchão e começamos a penetração, ele por cima de mim e eu de boca aberta, sentindo muito prazer, e ele só falando no meu ouvido:

– Que essa não seja nossa primeira e única, você tem que ter a coragem de me encontrar de novo, estou viciado em você!

Ela falava e metia, ele era alto, corpo atlético, tinha muito pique e muita pica, a rola dele era grande e grossa, depois de tanta putaria eu gozei, mas gozei na boca dele, ele começou a chupar e disse que só parava quando eu gozasse, depois continuamos o mete gostoso na buceta e ele gozou também, nos beijamos durante uns cinco minutos sem parar, e a mão dele foi pra dentro de mim de novo, e eu gozei com ele metendo os dedos e beijando minha boca, eu vi que eu poderia gozar de qualquer jeito, basta apenas a pessoa que estiver comigo me desejar e querer estar comigo. E assim ele foi pra casa e voltou no outro dia pra estar com meu marido e comigo também, porque toda escapada a gente dá um beijo, rola uma rapidinha, e nós conseguimos nos conectar, estamos super felizes!


Contos de Sexo Relacionados

  • Contos Eróticos 3 anos atrás

    Levei a esposa pra outro

    Então tudo começou a uns 2 anos atrás aonde eu tinha desejo de ver minha esposa com outro cara. E desde então venho conversando com ela sobre isso e sobre a possibilidade disso acontecer. Há uns 4 meses atrás...

    LER CONTO
  • Corno 1 ano atrás

    Descobri que sou corno e adorei

    Oi...  meu conto de hoje vou contar como fui corno, e o pior que adorei! Eu e minha esposa já estamos juntos a dez anos e nesse tempo todo juntos sempre tive o fetiche de ver minha mulher dando pra outro mas nunca...

    LER CONTO
  • Contos Eróticos 3 anos atrás

    Dando para o cunhado

    Um dia belo e ensolarado de uma sexta, estávamos lá eu, meu namorado e cunhado... Que eu tinha e tenho particularmente um incrível tesão. Fomos pra casa do meu namorado, a gente assistindo eles arrumando as...

    LER CONTO
  • Sexo a três 1 ano atrás

    Brincadeira a três com a namorada

    Vou contar o que aconteceu com uma ex namorada na época sempre tivemos a nossa relação foi aberta mas nunca saíamos sozinhos nossas rede sociais tbm. Então um dia olhando o face dela tinha uma conversa dela com...

    LER CONTO

Deixe seu comentário